Testes

 

ESTUDOS IN VIVO

- Patch test

  patch test skintoskin   
   

 

Estudo realizado na Universidade de Jena (Alemanha), com 111 pacientes, 28 homens e 83 mulheres dos 20-82 anos.

Foi feito um patch test ( regulamento ICDRG) com diferentes combinações de algodão, fibras celulósicas com extractos de algas e com sais de prata.

Resultado: Os pacientes não revelaram quaisquer reacções alérgicas ou irritações.

 

Fluhr, et al. (2009). Silver- loaded seaweed-based cellulosic fiber improves epidermal skin physiology in atopic dermatitis:safety assessment, mode of action and controlled, randomized single-blinded exploratory in vivo study.

 

- Estudo com doentes com dermatite atópica

 

Estudo realizado na Universidade de Jena (Alemanha), com 40 pacientes com dermatite atópica(DA), durante 18 meses.

Foi feita uma investigação sobre a progressão da DA comparando doentes usando t-shirts com algodão, fibras celulósicas com extractos de algas e sais de prata com doentes usando t-shirts de algodão.

Resultados: Tecidos com algodão, fibras celulósicas com extractos de algas e com sais de prata são indicados para doentes com DA; reduzem a exposição da pele à bactéria staphylococcus aureus, que funciona como gatilho de crises de DA; aumentam os níveis de hidratação da camada córnea. O uso deste vestuário resulta na melhoria das funções da pele, mesmo em pessoas com DA. Adicionalmente, contribui para a estabilização e melhoria da função de barreira da pele. 

Mecanismo de acção da prata sobre os micróbios

skintoskin mecanismo de acção da prata

 

Fluhr, et al. Investigation of the effects of silver-containing special fiber T-shirts for skin physiology parameters as well as bacterial colonisation for atopic dermatitis / atopic skin diathesis

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ESTUDO IN VITRO

 

- Teste de Citotoxicidade

Teste efectuado de acordo com as normas internacionais (ISO 10993-5, EN30993-5) para investigar a possibilidade dos efeitos tóxicos na pele, resultantes da utilização de vestuário com algodão e fibras celulósicas com extractos de algas e sais de prata.

 Resultado: Não há efeito citotóxico em humanos.

 

- Eficácia sobre fungos

Testes realizados no Dept. of Dermatology and Allergology; Friedrich- Sciller-University Jena demonstram o forte efeito antifungico da skintoskin®, comprovado através dos resultados de testes “in vitro”.

Eficácia da skintoskin® sobre o fungo Candida krusei em 24 horas de utilização 

eficácia skintoskin fungos

Resultados: Ao fim de 24 horas de uso de skintoskin® há uma redução significativa de fungos Candida krusei.

 

Deste modo, os produtos skintoskin® são indicados para as regiões anatómicas específicas e para condições de pele susceptíveis de desenvolver infecções com origem em fungos:

fungos 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


OUTROS TESTES

- Durabilidade do efeito anti-bacteriano

Efectuado de acordo com as normas internacionais (JIS L 1902:1998).

A eficácia anti-bacteriana sobre as bactérias staphylococcus aureus e k. pneumonioe mantém-se praticamente inalterada após 60 lavagens. 

DURABILIDADE SKINTOSKIN

 

- Oeko-tex

Todas as fibras usadas nos produtos skintoskin têm certificação OEKO-TEX Standard 100 classe I.

skintoskin oeko tex